Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário do Ano C-19

Diário do Ano C-19

03
Abr20

O mundo além da covid-19

João Miguel Almeida

Não é fácil uma pessoa - às vezes quanto mais pessoas ainda pior - viver em quarentena, forrada por notícias sombrias e algumas expectativas ainda mais sombrias, sem ceder à depressão ou à obsessão com a covid-19.

A crise expõe o que há de mais estúpido e de mais criativo nos seres humanos e nos portugueses em geral. Hoje soube da estupidez que foi infectados com a covid-19 saírem de casa para fazer compras em vários supermercados.

Hoje fiquei também ao corrente de iniciativas de organizações científicas e culturais que permitem as pessoas em quarentena explorar o mundo sem sair de casa.

É o caso da Ciência Viva que, vendo-se obrigada a fechar os seus centros que têm uma função pedagógica e recreativas tão importante, alimenta um site com material que permite viver a ciência em casa:

http://www.cienciaviva.pt/ciencia-viva-em-casa/

Também a Gulbenkian durante o período de quarentena está a disponibilizar ao público mais gravações dos seus concertos, como se pode ver seguindo o link:

https://gulbenkian.pt/musica/a-musica-continua/concertos/

A música continua em tempos de covid-19. Valha-nos isso. Nietzsche escreveu que a vida sem música é um erro. Não sou nietzchiano e, em geral, aprecio mais cinema, fotografia e pintura do que música. Ainda assim, recomendo alguns dos magníficos concertos da Gulbenkian disponibilizados na internet.

01
Abr20

Uma casa não é uma escola

João Miguel Almeida

Férias da Páscoa em regime de quarentena sabem a remédio, mesmo que as crianças não tomem nenhum medicamento. Uma casa, por muito confortável que seja, não é uma praia, não é o campo, não é um recreio, não é uma rua, ou um parque.

Mas um terceiro período de aulas em casa é inimaginável. Uma casa não é uma escola. A maior parte dos pais não são professores e, mesmo que o sejam, não estão aptos a ensinar todas as matérias aos filhos.

Cá em casa estamos numa posição relativamente privilegiada. Pai e mãe estamos habituados a trabalhar em casa, temos computadores e ligações à internet. Mas o que serve para acompanhar o filho a fazer uns trabalhos de casa e umas fichas propostas pela professora, para consolidar matéria, não serve para introduzir matéria nova.

Não se pode exigir aos pais que se «mantenham on», a trabalhar em casa e, ao mesmo tempo, sejam professores. Algo ficará para trás – ou o trabalho, ou o ensino. E os casos dos pais em teletrabalho nem serão os piores. Há os pais que têm de sair de casa para trabalhar em atividades essenciais – saúde, segurança, etc – quem é que acompanha os filhos pequenos no estudo? Os avós? Mas esses deviam estar a cumprir quarentena, pois são um grupo de risco.

Se for para diante um terceiro período a sério, ou seja, com matéria nova, para os miúdos em casa, introduzem-se enormes desigualdades e consequentes injustiças na avaliação: desigualdades entre crianças que podem ser acompanhadas pelos pais e aquelas que não podem; entre aquelas que têm acesso a computadores, à internet, a software adequado, e as que não têm. Todas as desigualdades que já existem serão potenciadas por se tentar fazer, de um momento para o outro, uma escola da casa de cada um.

A quarentena já está a ser dura para muitas famílias, mais para umas do que para outras. Ouvi falar de um pai com cinco filhos em idade escolar que, simplesmente, fecha-se na casa de banho enquanto os filhos querelam e pede para ser chamado se houver sangue. Como é que um cenário destes se consegue transformar numa escola?

Não temos de pensar só no cenário económico pós-covid, mas também no cenário educativo pós-covid. E não podemos admitir um cenário em que, no regresso às aulas, se parte do princípio de que todos tiveram a oportunidade de assimilar a matéria dada durante o período da quarentena.

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2022
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2021
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2020
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub