Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Diário do Ano C-19

Diário do Ano C-19

20
Jan21

Quando o justo paga pelo pecador

João Miguel Almeida

A pandemia mostra tanto a relevância da ética como a inconsequência do moralismo. Mais do que nunca é preciso termos cuidado connosco e com os outros. Mais do que nunca se percebe como quem tem todo o cuidado pode ter o azar de apanhar covid-19 e quem foi completamente irresponsável pode ter a sorte de ficar incólume.

Em tempos de pandemia, o justo paga pelo pecador, com juros altíssimos: paga com a quebra de rendimentos e até com o desemprego; paga com a falta de saúde e até com a morte.

A justiça deve atuar para sancionar e prevenir atos irresponsáveis. Os políticos são avaliados pelas suas ações nos atos eleitorais. Mas nem a justiça nem a política chegam para nos salvar.

Nesta situação, ou nos condenamos juntos ou nos salvamos juntos. Os médicos tratam todos os doentes, sejam irresponsáveis ou azarados; fazem o que está ao seu alcance para prevenir a morte de qualquer pessoa. É a ética médica que nos deve inspirar nas nossas ações quotidianas, por mais banais que sejam ou nos pareçam.

Mais do que encontrar bodes expiatórios, interessa-nos escapar ao coronavírus.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub